“Todo o brasileiro, mesmo o alvo, de cabelo loiro, traz na alma e no corpo, a sombra, ou pelo menos a pinta, do indígena ou do negro.”

CONSCIÊNCIA-NEGRA1O dia 20 de Novembro faz menção à consciência negra, a fim de ressaltar as dificuldades que os negros passam há séculos. Essa data foi definida em homenagem a Zumbi, o último líder do Quilombo dos Palmares, em consequência da sua morte.

O Quilombo ficava onde hoje é o estado de Alagoas, na Serra da Barriga. Este foi feito para abrigar escravos fugitivos que não suportavam os maus tratos e castigos de seus feitores, como permanecerem amarrados a troncos, sem água e recebendo chicotadas.

Os negros não eram tratados com respeito, e passavam por grande sofrimento. Suas casas eram de chão batido e não tinham móveis nem utensílios para cozinhar. As esposas dos barões era quem lhes concedia alguns objetos, de forma a tentar diminuir as dificuldades. Mesmo ao apresentar doença, não eram tratados de forma diferente. Ficavam sem remédios e sem atendimento médico, recorrendo a ervas naturais.

Com o passar dos anos, algumas pessoas discordavam da escravidão e leis foram criadas para defender os direitos dos negros. A Lei do Ventre foi a primeira delas, criada em 1871, concedendo liberdade aos filhos dos escravos nascidos após a lei. Já no ano de 1885, criaram a Lei dos Sexagenários, dando liberdade aos escravos com idade superior a sessenta anos.

Mas foi com a Lei Áurea, assinada pela Princesa Isabel em 13 de maio de 1888, que os escravos conseguiram definitivamente a liberdade. Mesmo com a libertação, os escravos tiveram oportunidades limitadas aos trabalhos, pois não sabiam realizar outro tipo de serviço que não fosse braçal, porém alguns ainda conseguiram emprego no comércio.

Dessa forma, o dia da consciência negra surgiu para lembrar a luta dos negros desde a colonização do Brasil, e acima depreconceito tudo, suas conquistas. Nessa data são realizados congressos e reuniões discutindo a história de preconceito racial que sofreram, a inferioridade da classe no meio social, as dificuldades no setor comercial,
a descriminação e beleza negra. Com intuito de mostrar que todos são iguais, independente da cor da pele.